Pesquisas

Performance como dimensão de apreensão da cultura audiovisual nas ambiências digitais

Juliana Freire Gutmann

Investigação de aspectos plásticos, sensíveis, tecnológicos e culturais que constituem o audiovisual em circulação nas redes sociais digitais, afirmando o olhar historicizado sobre seus modos de produção, circulação e consumo e tendo a performance como objeto e conceito metodológico de pesquisa. Considerando a performance como expressão empírica da experiência comunicacional, pretende-se compreender formas da cultura audiovisual nas redes num movimento contínuo de articulação entre diversos fluxos e tempos históricos. Busca-se desenvolver abordagem teórica e metodológica da noção de performance como potente categoria de apreensão do audiovisual nas ambiências digitais, que têm o corpo do sujeito midiático como lugar de disputa por visibilidades. Nesse duplo investimento, a pesquisa inclui: a) formulação de uma cartografia de performances que constituem formas materiais de redes sociais digitais, identificando padrões de ruptura e restaurações com outras matrizes midiáticas; e b) constituição de um protocolo de análise empírica da performance em articulação com audiovisuais em redes.

 Pesquisa com financiamento do CNPq.

Situação: em andamento

Reivindicando Futuros Negros: Afrofuturismo e Pantera Negra em disputa

Alexandre Souza

Propõe analisar como operam as dimensões envolvendo as narrativas afrofuturistas, destacando a obra Pantera Negra (2018), no quesito de representatividade, protagonismo e imaginário negro na cultura pop. Obras afrofuturistas, como é o caso do filme, reacendem o debate sobre os desafios e a importância de se discutir questões raciais na cultura pop, explorando o exercício de refletir sobre o passado que foi negado à população negra, na intenção de modificar o presente de genocídios e desigualdade que é imposta à negritude, e transformar esse movimento em ação para projetar um futuro com protagonismo através da ótica negra. Através do aporte teórico-metodológico dos estudos culturais, a pesquisa busca ressituar as múltiplas perspectivas de vivências negras pelo mundo, além das possibilidades e impossibilidades dessas experiências em sua multiplicidade, marcadas sobretudo pelo ponto de vista afrodiaspórico na cultura pop.

Situação: em andamento

"Sou Bicha do Amor": articulações entre pop, performance e paródias em torno de Lady Gaga

Caio Amaral Cruz

A dissertação de mestrado analisou articulações entre performances transviadas e a cultura pop-mundo a partir de paródias brasileiras de Lady Gaga no YouTube. O trabalho apresenta abordagem sobre pop, performance e paródia com base em conceitos e pressupostos dos Estudos Culturais britânicos e latino-americanos em diálogo com outras vertentes acadêmicas. O conceito de cultura pop-mundo é desenvolvido como um espaço global multifacetado e conectado onde trocas culturais das mais diversas se estabelecem de formas assimétricas. As paródias são compreendidas com base nos conceitos de hipertextos e palimpsestos de Jesús Martín-Barbero, como forma de pensá-las além de interpretações fixas de passado e presente e de autenticidade. A abordagem metodológica é fruto da articulação entre o mapa das mediações e o mapa das mutações culturais, que guiou a trajetória analítica junto aos quatro eixos construídos nesta pesquisa: poética do armengue, humor transviado, tretas do pop e pop-denúncia.

Situação: concluída

O Poder do futuro ancestral: um estudo das performances de afrofuturismo em Black is King, de Beyoncé

Carlos Humberto de Albuquerque Spinelli

Os produtos da ficção especulativa (ficção científica, fantasia, etc.) são produtivos na abordagem de temas como preconceito, racismo, opressão e contato com o próximo. No entanto, ainda é um espaço majoritariamente ocupado por brancos no que diz respeito a autoria e personagens. Como pessoas negras ainda são pouco representadas em obras desses gêneros, esses temas acabam sendo lidos apenas como metáforas para a experiência negra no mundo real. Diante disso, o afrofuturismo toma destaque por, em linhas gerais, nomear a produção artística que surge da relação intrínseca entre ficção especulativa, protagonismo negro e perspectivas raciais, seja em relação com os personagens quanto à autoria da obra nelas representadas. A pesquisa tem como objetivo principal analisar a obra Black is King (2020), levando em consideração o afrofuturismo e a performance a partir de uma abordagem da música negra, estéreo modernismo, tecnologia e ficção científica, enquanto dispositivos para a construção de uma narrativa antirracista.

Situação: em andamento

Corpo-manifesto: performances artísticas e sociais como território de disputas políticas

Caroline Vieira Sant’Anna

A pesquisa busca compreender as transformações estéticas e éticas de inscrição do(s) feminino(s) pelas artes visuais, e suas construções de memórias e identidades, a partir das materialidades fotográficas e videográficas, dos corpos em estado de performance ou performatividade. O percurso da análise é resultado da aproximação do contexto político-social dos anos de 1970 e o que dele emerge enquanto produção artística e o momento político-social e os processos artísticos e sociais vividos no presente, quando o campo da arte se abre para a expressão de outras corporalidades, tensionando questões normativas de gênero e raça como território político, que põe em discussão feminismos e decolonialidades. O aporte teórico conceitual passa pelos estudos da performance, arte, política e gênero.

Situação: em andamento

Reescrituras transviadas: vídeos musicais em rede e identidades de gênero

Edinaldo Araujo Mota Junior

A pesquisa busca compreender, através da análise de vídeos musicais em redes sociais digitais de artistas trans, travestis, drag queens e não binaries, uma trama de corpos da cena musical contemporânea que responde a modos distintos de viver identidades consideradas transviadas no contexto brasileiro. Busca-se analisar aquilo que consideramos 'cena musical transviada' tentando observar as identidades de gênero historicamente silenciadas no Brasil e seus processos de ressignificação que são repotencializados no e pelo audiovisual em rede. Acreditamos que visibilidades de artistas que se reconhecem como trans, travestis, drag queens, “bichas” e “viados” ocorrem em processos de reescritura dos apagamentos históricos que conformam as experiências transviadas no Brasil e que se articulam, na cultura digital atual, a mudanças na cultura pop, nos gêneros musicais e nas cenas musicais.

Situação: em andamento

Corpo e voz de Elis Regina e a construção da memória a partir da performance midiatizada

Flávia Pereira Caraíbas

Propõe analisar as possíveis relações entre corpo e voz de Elis Regina na performance midiatizada e a construção da memória a partir da materialidade de conteúdos audiovisuais disponibilizados na plataforma YouTube. Para tanto, pretende-se analisar o corpo e a voz de Elis Regina em diferentes performances de uma mesma canção, articulando com outros elementos que compõem o arquivo audiovisual, e discutir as interações que outros sujeitos estabelecem com estes arquivos por meio dos comentários postados na página dos vídeos, na plataforma.

Situação: em andamento

Música no stream: transformações das experiências comunicativas audiovisuais e consumo de música a partir das plataformas de games 

Janaína Oldani Casanova

A pesquisa busca compreender os processos de circulação da música em diferentes audiovisualidades quando utiliza a dinâmica dos games em performances nas plataformas digitais de streaming. A proposta é analisar as transformações dos modos de consumo de música, considerando que eles aparecem como produtos constitutivos do circuito cultural contemporâneo e permeiam as experiências a partir de novos fluxos midiáticos. A investigação relaciona-se às culturas da imagem e do som para analisar as possibilidades de transformação comunicativa audiovisual e como elas podem reconfigurar performances mediadas tecnologicamente.

 

Situação: em andamento

Drag é uma bagunça: performances drag no YouTube

João Bertonie

O trabalho consiste na análise de expressões drags contemporâneas, com o intuito de pensar em reconfigurações das noções de drag observadas e produzidas no/pelo YouTube. Tomando como lugares de pesquisa as presenças da drag queen brasileira Rita Von Hunty e da youtuber estadunidense Natalie Wynn, respectivamente dos canais Tempero Drag e Contrapoints, a dissertação mapeia e analisa afetos envolvidos na construção da figura corporificada por ambas de uma drag intelectual e as performances construídas por e em torno delas que complexificam noções drag. O percurso de pesquisa é fundamentado e perpassado pelo trabalho de autores e autoras como Diana Taylor e Richard Schechner (estudos da performance), Lawrence Grossberg (teoria dos afetos), Jesús Martín-Barbero (mediações e entorno tecnocomunicativo), dentre outros, em diálogo com o TRACC e o CHAOS, grupos do Póscom/UFBA.

 

Situação: em andamento

Selfie e a experiência fotográfica incorporada: tempo, espaço e sujeito nas performances dos autorretratos

Ravena Sena Maia

O projeto de pesquisa busca entender as selfies enquanto forma cultural específica que convoca uma experiência fotográfica incorporada, tendo a performance como chave analítica para pensar transformações no tempo, espaço e nos sujeitos dos processos comunicativos com estas imagens. Assim, essa pesquisa busca analisar como a performance nos autorretratos que circulam no Instagram pode materializar as des-ancoragens, disputas, subjetivações e sensibilidades específicas das identidades culturais contemporâneas nas redes sociais.

Situação: em andamento

O GNT faz seu gênero? Uma abordagem cultural do canal televisivo e de suas relações com identidades de gênero

Tess Chamusca

A tese de doutorado investiga as transformações na identidade de marca do canal nacional de TV paga GNT em sua trajetória de apropriação de valores vinculados às identidades de gênero. A identidade de marca é concebida como resultado de uma complexa interação entre múltiplos discursos e práticas que articulam os campos da produção e da recepção. A análise é conduzida a partir de uma trama de programas do GNT: Saia Justa, Manhattan Connection, Contemporâneo, Superbonita, Papo de Segunda e Tempero de Família. Porém, o estudo se debruça sobre um corpus mais amplo. Foram elencados os seguintes marcos temporais que contribuem para a investigação da questão da pesquisa: os anos de 2002/2003, 2010/2011, 2015 e 2017. Os resultados apontam que se reportar a um universo feminino se traduziu em uma televisão de intimidade e ao mesmo tempo em uma referência a um contexto urbano, dinâmico e cosmopolita. São valores que se destacam no canal ao longo do período analisado a família, a beleza, o trabalho, a independência financeira e, mais recentemente, a diversidade e o ativismo.

Situação: concluída

The Sound of Musak: uma investigação em torno das reactions e suas implicações no âmbito musical

Thiago Pimentel Barbosa Lima

O projeto de pesquisa tem como objetivo discutir e compreender, principalmente através de análises de vídeos (e seus comentários), peculiaridades e articulações – sob o recorte musical – de uma modalidade audiovisual no YouTube, as reactions. Popular na plataforma, a prática perpassa diversos objetos de paixão (como a culinária, esportes, política, etc.) e, no geral, traz articulações e performances em torno de questões de gênero e de aspectos étnicos, enquanto modula gosto e aciona afetos. A partir do enfoque na música (e com o olhar em suas práticas correlacionadas – como a própria escuta, arquivo, rotulações, crítica e videoclipe, por exemplo), a pesquisa visa analisar e mapear aspectos dessa modalidade audiovisual, sob o contexto contemporâneo da indústria musical, observando produções de canais específicos (de reação de música).

Situação: em andamento

Gênero midiático como dimensão analítica da performance televisiva: uma abordagem histórica da MTV Brasil

Juliana Freire Gutmann

A pesquisa abordou, numa perspectiva histórica, disputas de sentidos (continuidades e rupturas) que dizem sobre a performance de uma emissora de TV com base na análise de articulações entre programas, gêneros midiáticos e seus contextos culturais. O estudo empírico enfatizou estratégias comunicativas da MTV Brasil configuradas no seu principal produto (seus programas), que indicam “modos de formar” reconhecidos socialmente como sua marca, processo aqui traduzido pela ideia de performance televisiva. Tais estratégias foram analisadas em um conjunto de programas veiculados em períodos distintos, buscando identificar articulação entre a emissora, determinados gêneros televisivos e o universo da música popular massiva ao longo dos 27 anos de sua atuação no país. O estudo analítico deu conta de duas expectativas mais amplas de pesquisa: a) A construção de uma possibilidade de análise cultural da MTV Brasil, que consiga rastrear sua marca identitária pela interpretação de suas materialidades de modo atrelado aos discursos que circularam sobre seus programas em reportagens e críticas, depoimentos de espectadores e produtores; b) A formulação, testagem e avaliação de procedimentos analíticos constituídos pela articulação entre os conceitos de gênero midático, performance, contexto comunicativo, estrutura de sentimento e mise-en-scène. Resultados desta pesquisa estão no livro “Performances em contextos midiáticos: MTV BR & Rock SSA”, de Juliana Freire Gutmann e Jorge Cardoso Filho, publicado pela Edufba.

Situação: Concluída