• Edinaldo Araujo Mota Junior

Reescrituras transviadas: vídeos musicais em rede e identidades de gênero


A pesquisa busca compreender, através da análise de vídeos musicais em redes sociais digitais de artistas trans, travestis, drag queens e não-binaries, uma trama de corpos da cena musical contemporânea que responde a modos distintos de viver identidades consideradas transviadas no contexto brasileiro. Busca-se analisar aquilo que consideramos 'cena musical transviada' tentando observar as identidades de gênero historicamente silenciadas no Brasil e seus processos de ressignificação que são re-potencializados no e pelo audiovisual em rede. Acreditamos que visibilidades de artistas que se reconhecem como trans, travestis, drag queens, “bichas” e “viados” ocorrem em processos de reescritura dos apagamentos históricos que conformam as experiencias transviadas no Brasil e que se articulam, na cultura digital atual, a mudanças na cultura pop, nos gêneros musicais e nas cenas musicais.

Situação: em andamento